Image and video hosting by TinyPic

Danilo Forte cita ‘dólares na cueca’ para justificar voto contra denúncia do Michel Temer.

O deputado Danilo Forte (PSB-CE) relembrou o episódio de “dólares na cueca” envolvendo o “amigo” do deputado José Guimarães (PT-CE), líder da minoria na Câmara dos Deputados, para justificar o voto contrário à denuncia apresentada pelo Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer. Na sessão de debates, o parlamentar justificou que, apesar do petista ter carregado essa “chaga”, ele acabou inocentado do episódio.
O caso citado por Forte envolveu um assessor de Guimarães, José Adalberto Vieira, que foi preso no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com US$ 100 mil escondidos na cueca, e mais R$ 209 mil numa maleta de mão, quando embarcava para Fortaleza. O fato ocorreu no dia 8 de julho de 2005, em meio aos desdobramentos do mensalão. Sete anos depois, o petista foi inocentado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).
“O senhor José Guimarães sofreu muito ao trazer essa pecha. Aquele episódio ridicularizou a política. Ele Guimarães carregou essa chaga, mas foi inocentado”, disse Danilo Forte ao explicar seu voto contrário ao prosseguimento do pedido da PGR. Forte é um dos quatro titulares do PSB na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que analisa a denúncia, e um dos principais aliados de Temer.
Resultado de imagem para danilo forte ganha dinheiro para votar
(Vídeo do Canal TV ÂNGELO ALMEIDA 43 ) 
“Qual foi o ato criminoso cometido pelo senhor Michel Temer? Se não tiver o ato, não pode ser objeto do questionamento”, explicou.

Regulamentação do Parque do Cocó. Um dia de celebrações e críticasMeio ambiente: Por decreto do governador Camilo Santana, o Parque do Cocó passa a ter limites definidos a partir deste domingo. São 1.571 hectares entre a BR-116, no Anel Viário do Ancuri, até a praia do Caça e Pesca, onde o rio se liga ao mundo pelo mar do Atlântico

Quase 40 anos depois da primeira tentativa de criação do Parque do Cocó, a demarcação oficial de seus limites vira realidade. Hoje, a partir das 9 horas, o governador Camilo Santana (PT) assina o decreto de regulamentação do equipamento que passa de 1.155,2 para 1.571 hectares. Um marco histórico para uma reivindicação antiga puxada pelo movimento ambientalista de Fortaleza. Comemorado e, também, criticado.

A celebração tem motivo e poderá estabelecer outro tipo de relacionamento entre o poder público e a sociedade civil em relação ao Parque. Uma alfabetização ambiental em nome da sustentabilidade e da recuperação do rio, da floresta e do manguezal. Além de não poder ser mais agredido ou tascado por invasores, pela especulação imobiliária e por concessões do próprio poder público, o Parque – agora uma Unidade de Conservação de Proteção Integral - terá de ser enquadrado em regras de uso previstas no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (Snuc).  
Em tese, intervenções semelhantes ao projeto de construção da Ponte Estaiada sobre o rio Cocó e do Mirante, gestado durante o governo Cid Gomes (PDT), estariam proibidas por causa do desmedido impacto ao ecossistema que tem de ser recuperado em vez de mais antropizado.
Parte do terreno da Ponte Estaiada ocupa uma das áreas de marinha do Parque do Cocó e a outra parte está em terrenos que o governo deixou de fora na delimitação das poligonais. Segundo Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente do Ceará (Sema), a demarcação impedirá novas construções. E, garante o secretário, a Ponte Estaiada está fora dos planos de Camilo Santana. Na atual gestão, que se encerra ano que vem, e caso ele se reeleja em uma provável candidatura ao governo do Ceará. 
Até hoje, Camilo Santana nunca disse publicamente que não retomaria o projeto deixado por seu antecessor. O que houve, em 18 de janeiro deste ano, foi o cancelamento de um contrato (004/2014/Seinfra) de uma Parceria Público-Privada firmada antes de seu governo, em 2009. 
A Resolução CGPPP Nº01/2017, assinada pelos secretários André Facó (Infraestrutura), Mauro Filho (Fazenda), Hugo Figueirêdo (ex-Planejamento), Nelson Martins (Casa Civil) e pelo procurador geral do Estado – Juvêncio Vasconcelos, cancelou o contrato “considerando os princípios da legalidade e da economicidade na atividade pública”. O documento, em momento algum, “considera” a questão ambiental ou afirma que o projeto Ponte Estaiada está descartado. 
Bom lembrar, o governo Camilo teve de adiar vários projetos por causa da crise econômica nacional/local e as consequências de cinco anos seguidos de seca no Estado. Além disso, a Ponte Estaiada, o Mirante e a melhoria do sistema viário para mobilidade naquela área de Fortaleza fazem parte de um xadrez urbano previsto no Plano Fortaleza 2040 e na gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). 
Além do artigo publicado nesta edição, O POVO enviou sete perguntas ao governador. Uma das indagações foi sobre a construção da Ponte Estaiada e outras intervenções, mas não veio resposta até o fechamento da edição.  
O POVO também enviou perguntas ao prefeito Roberto Cláudio sobre a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) do Cocó e a relação do Plano Fortaleza 2040 com a Ponte Estaiada, Mirante e sistema viário para aquela região, mas não teve retorno. 
Programação 
4/6 às 9 horas Governador Camilo Santana assina o decreto da demarcação do Parque do Cocó. Abre a Semana do Meio Ambiente. Entrega da comenda “Amigos do Cocó” para personalidades. Uma delas é o Tenente Araújo, ex-comandante do posto da Polícia Ambiental do Parque. Ele atualmente coordena os passeios de barco pelo rio. 5/6 a 10/6 – Plantio de 600 mudas na área no Parque do Cocó, na área da trilha dos shows na Padre Antônio Tomás. Iniciativa do grupo C. Rolim com estudantes de escolas públicas. 


A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, telefone e atividades ao ar livre
(Foto: Ângelo Almeida/Fcebook)

Garota ‘renasce’ após ser atropelada por trem

Garota renasce
Uma garota de 19 anos foi atropelada por um trem em Mumbai, na Índia.
Pratiksha Natekar estava correndo nos trilhos numa estação ferroviária e não percebeu a chegada da locomotiva.
Ela usava fones de ouvidos e por isso não ouviu o barulho do #trem se aproximando.
Várias pessoas na plataforma começaram a gritar desesperadamente para que a garota saísse de lá, mas ela não ouvia.

A moça acabou sendo atropelada e por milagre não morreu.

Ela teve alguns ferimentos na cabeça, nos lábios e nos olhos. As imagens gravadas pela câmera de segurança da estação flagraram este momento.
Foi um grande susto e podemos dizer que Natekar nasceu de novo.
Ao ser atingida pela locomotiva, seu corpo foi jogado para frente e ela caiu no meio do trilho, sendo atropelada.
De acordo com a garota, ela estava correndo nos trilhos distraída e quando viu o trem, ficou paralisada e sem ação.
“Eu não sabia o que fazer“, disse ela. Pratiksha Natekar só lembra que acordou no hospital.
Veja as cenas fortes do #atropelamento da indiana…

Atropelamento

Em fevereiro deste ano, um atropelamento na via férrea ocorreu no Brasil.
Segundo informações da empresa de Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, o acidente aconteceu na estação Itaquaquecetuba, no horário da manhã, quando a estação estava lotada.
Houve uma falha em um dos trens e algumas pessoas decidiram andar nos trilhos para ir até a outra estação. A vítima acabou não percebendo um trem em movimento e acabou sendo atropelada.
Ela foi levada ao hospital após ferimentos graves.

Paraná

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fez um levantamento, em 2016, indicando que 19 pessoas foram atropeladas por trem no estado do Paraná.
Ocorreu um aumento de 21% frente ao ano retrasado.
Mesmo tendo um significativo aumento do número de atropelamento, os acidentes caíram um pouco.
Garota renasce

A maior redução de acidentes foi o descarrilhamento. O choque entre trens também preocupa. No ano de 2016 foram 41 batidas entre locomotivas.
A empresa ALL (América Latina Logística), responsável pelo transporte férreo do Paraná, afirmou no ano passado que está em andamento com um trabalho de revitalização e a tendência é diminuir os acidentes.
Conforme informações da empresa, na época, novas locomotivas seriam compradas o que aumentaria significativamente a segurança para funcionários e para comunidade que mora perto da via.
Mesmo assim, as pessoas devem sempre ficar atentas com as sinalizações e os locais proibidos de transitarem.

Tucanos temem perder o discurso se TSE absolver Dilma

 O PSDB entrou numa sinuca de bico. Autor da representação feita ao TSE para cassar a chapa Dilma-Temer, o partido agora corre o risco de ver suas acusações derrubarem o governo que apoia.

Mas isso seria o de menos. Há um enorme desconforto com a possibilidade de o tribunal inocentar a chapa.

Nesse caso, o aliado Michel Temer estará salvo.Em contrapartida, vai para o espaço o discurso do PSDB de que Dilma Rousseff se lambuzou em práticas republicanas para chegar ao Palácio do Planalto.
Presidente cassada Dilma Rousseff em Brasília - 02/07/2014

Imagens mostram como é o datacenter do Facebook na Suíça

Mark Zuckberg, CEO do Facebook, compartilhou recentemente algumas imagens do datacenter da rede social que fica na Suíça. No espaço trabalham 150 pessoas, mas não se engane: é lá que são armazenados, em grande parte, os dados de mais de 1,5 bilhão de pessoas.
Confira algumas fotos e curiosidades sobre o centro de dados:
14480737_10103136675768411_5425692135538561053_o
14525039_10103136675753441_1884992352847746370_o
O salão principal é tão grande que os funcionários têm que andar de scooters.
14425336_10103136675873201_6012411229515107747_o
Os ventiladores gigantes são usados para resfriar os servidores. No inverno suíço, quando as temperaturas atingem até -30 graus, acontece o inverso: o calor dos servidores aquece os prédios.
14468376_10103136675908131_1017204796411632535_o-1
Facebook
14524406_10103136675893161_8227743870037033580_o
Discos rígidos antigos e obsoletos são destruídos e processados para proteger a privacidade dos usuários.
14524966_10103136675563821_5871425778878901352_o

Petroleiros fazem mobilizações no Rio por aumento salarial

O Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) organizou hoje (29) atos em diferentes pontos do estado como adesão às mobilizações de centrais sindicais e contra a proposta da Petrobras para o Acordo Coletivo de Trabalho de 2016.
Trabalhadores paralisaram as atividades até às 9h nos Terminais Aquaviários da Baía de Guanabara (Tabg), na Ilha do Governador, e marcaram protestos para a frente de prédios da Petrobras, como o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), na Cidade Universitária da UFRJ, na Ilha do Fundão. Também foram convocados atos no Norte Fluminense e em Angra dos Reis.
Segundo a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), outros sindicatos de petroleiros do país também realizam atos nesta quinta-feira. Uma avaliação sobre o movimento deve ser feita ao longo do dia pela federação, que é contra a venda de ativos da companhia e reivindica a reposição da inflação e um aumento real de 10% do salário.
Resultado de imagem para Petroleiros
Reajuste de 4,97%
A Petrobras havia informado - por meio de nota divulgada na última terça-feira - que sua proposta de Acordo Coletivo de Trabalho é de reajuste de 4,97% sobre a tabela de Remuneração Mínima por Nível de Regime para quem ganha até R$ 9 mil, e um acréscimo fixo de R$ 447,30 para quem ganha mais que isso. A empresa também pretende reduzir o acréscimo de 100% na remuneração de horas extras para 50% e propôs um plano de redução de jornada com redução de salários para o regime administrativo.
Segundo a empresa, está marcada para hoje uma nova rodada de negociações sobre o acordo coletivo, mas a discussão deve ser com a Federação Única dos Petroleiros (FUP), da qual não fazem parte a FNP e o Sindipetro-RJ. A FUP confirmou o encontro e disse que a negociação será transmitida ao vivo em seu site.


Via Vinicius Lisboa - Repórter da Agência Brasil, da Agência Brasil

Arrecadação de impostos e contribuições cai 10,12 %

Agencia Brasil

O governo federal arrecadou R$ 91,808 bilhões em impostos e contribuições em agosto de 2016. O resultado representa queda de 10,12 % em relação ao mesmo período de 2015, corrigida a inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado pelo governo para estabelecer as metas. É o pior resultado desde agosto de 2009. Os dados foram divulgados, hoje (29), pela Receita Federal.
No acumulado do ano, a arrecadação federal somou R$ 816,188 bilhões, queda de 7,45% na comparação com o mesmo período do ano passado, também corrigido o IPCA. É o pior resultado acumulado desde 2010.

dinheiro

Influência dos indicadores macroeconômicos
De acordo com a Receita, entre os principais fatores que influenciaram os números entre janeiro e agosto de 2016 estão o desempenho dos principais indicadores macroeconômicos, incluindo a produção industrial, com queda de 9,24% entre dezembro de 2015 e julho de 2016, e a venda de bens e serviços que teve impacto negativo de 9,64% na mesma comparação.
Houve ainda, no período, queda nas vendas de serviços, de 4,79%, e no valor em dólares das importações, com decréscimo de 27,02%. A massa salarial nominal cresceu 3,49%.


Via Daniel Lima - Repórter da Agência Brasil, da Agência Brasil

Pó branco no Senado leva a questionamentos do interrogatório, diz parlamentar!

Durante o questionamento do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) na sessão de julgamento do impeachment no Senado nessa segunda-feira (29), os olhares atentos da internet fitaram para um saquinho com pó branco na mão que seria de um parlamentar posicionado atrás do tucano na bancada.

O conteúdo do saquinho era açúcar, para o café, segundo a assessoria do parlamentar que teve a mão mostrada nas imagens. As mãos eram do deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA) que, segundo a assessoria, passou pelo Senado para acompanhar alguns questionamentos do interrogatório da presidente afastada Dilma Rousseff.
Nas redes sociais, não faltaram especulações quanto ao conteúdo do saquinho. A maioria suspeitou ser cocaína, apesar de a sessão do impeachment no Senado ser omomento de mais visibilidade na Casa neste ano.
A assessoria do deputado enviou ao Paraná Portal uma foto da xícara, em outro ângulo de imagem, ao lado do saquinho preparado para adoçar o café. Mas repare que a imagem foi capturada em outro momento, já que são outras pessoas que aparecem ao lado e atrás do deputado.
O vídeo foi publicado inicialmente por um usuário do Twitter, por volta das 17 horas. Ao final do trecho que foi ao ar na TV Senado, as câmeras mostram as mãos de um parlamentar. Somente parlamentares e membros da acusação e defesa no processo tinham acesso ao Plenário.
(Via agencia de noticia)

Gleisi Critica Acusação: “discurseira Política”

 A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) fez um contraponto aos discursos da acusação na manhã desta terça-feira 30 durante sessão do processo de impeachment no Senado.
Para ela, os advogados Janaina Paschoal e Miguel Reale, autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e primeiros a falar hoje, deveria levar argumentos técnicos, e não fazer um discurso político.
"A acusação veio aqui fazer discurso político, mas para isso é preciso ter voto. Os acusadores deveriam trazer argumentos técnicos", afirmou Gleisi, definindo as falas dos juristas como "discurseira política".
Para ela, isso reforça a tese de que o processo de impeachment é um "conluio entre dois servidores e uma advogada que está aqui paga pelo PSDB". Ela fez referência às duas testemunhas de acusação – o procurador do TCU Júlio Marcelo de Oliveira e o ex-auditor do TCU Antônio Carlos Costa D'Ávila, que depuseram na semana passada – e a Janaina Paschoal.
:
É" lamentável a qualidade técnica e jurídica dos advogados", concluiu Gleisi.

Ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo Advogado de Dilma Já Prepara Recurso Junto ao STF

A defesa da presidente eleita Dilma Rousseff, comandada pelo ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, já está preparando um recurso, por meio de um mandado de segurança, para ser impetrado junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) caso a votação final do processo de impeachment pelo Senado confirme a tendência pelo seu afastamento definitivo.
Ao comparecer ao Senado, nesta segunda-feira (29), Dilma adiantou que poderia recorrer ao STF caso os senadores votem pelo seu afastamento definitivo. A declaração foi feita em resposta a um questionamento do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP).
"Não recorro ao Supremo Tribunal Federal porque não esgotei esta instância, não terminei aqui. Vim aqui porque respeito esta instituição. Mas, se (o Senado) der este passo, estará compactuando com golpe", disse.
: José Eduardo Cardozo
No recurso, a defesa deverá abordar, principalmente, a falta de uma "justa causa" para que o processo de impeachment fosse levado adiante. Outro ponto que deverá ser questionado é o impedimento dos senadores que declararam antecipadamente como iriam votar.
A declaração de suspeição do procurador do Ministério Público junto ao TCU Julio Marcelo de Oliveira pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, também deverá ser usada pela defesa no recurso.

Total de Visualizações

Anuncios !!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Noset News
Todos os direitos reservados © 2016